Gestão Varejista

Porque ter um sistema ERP ajuda alavancar o seu e-commerce?

Sistema ERP para E-commerce

No artigo de hoje vamos falar sobre o sistema ERP para e-commerce, na prática. Além disso, explicamos o que é ERP, esclarecemos a importância de se ter um sistema ERP e, por fim, como você pode realizar a implantação desse sistema na sua empresa. 

O e-commerce durante a Pandemia teve um aumento de 50%, em comparação ao ano de 2019, entre transações, consumidores e vendas na América Latina, segundo dados da pesquisa da PayU, fintech e divisão de pagamentos digitais da Prosus.

O e-commerce tem se tornado cada vez mais uma das atividades econômicas mais realizada no país. Nos últimos anos esse tipo de comércio cresceu muito. Mas foi durante a Pandemia que se mostrou mais solícito e eficaz.

Consumidores que antes relutavam em realizar compras na internet viram nessa modalidade as vantagens que antes não eram enxergadas. Realizar compras de produtos com preços baixo, em relação as lojas físicas localizadas próximo a residência do cliente, já era algo de longe muito bom. Mas realizar as compras sem precisar se deslocar do conforto do seu lar, fazer o pagamento de forma prática e segura e, ainda, receber os pedidos no endereço indicado, foi algo bastante observado.   

Agora que o negócio é lucrativo, nós já sabemos. Mas qual é a importância de contar com um sistema ERP para e-commerce? Acompanhe o artigo e entenda mais sobre o assunto.

Mas o que é ERP?

ERP (Enterprise Resource Planning), ou Planejamento de Recursos Empresariais, é um software cuja finalidade é automatizar as rotinas financeiras e gerenciais da sua organização. Através desse sistema, é possível ter informações em tempo real sobre os custos de operação, cotações, faturamento, emissão de notas, cadastro de clientes, vendedores e produtos, controle do fluxo de caixa, do estoque, da produção, e muito mais.

A função primordial do ERP é unir todos os dados e processos da empresa em um único sistema, eliminando assim as chances de erros pela dispersão dos dados em diversas fontes. Seu banco de dados suporta as mais diversas informações e funções que fazem parte das áreas que compõem uma empresa. Ou seja, as informações de cada setor podem ser compartilhadas com outros setores para que assim, os dados sejam únicos, evitando erros manuais ou duplicidade de informações.

Quando se trata de um comércio eletrônico, o primeiro passo para uma gestão eficiente e segura é contar com um bom sistema ERP para e-commerce. O software de gestão proporciona uma visão mais ampla de negócio, o que facilita e torna mais precisa a tomada de decisão, fator que pode ser determinante para o sucesso ou fracasso de uma empresa.

O software permite que o e-commerce tenha todas as suas operações integradas, oferecendo suporte à tomada de decisão, e profissionalizando a gestão. Com ele é possível antever cenários, otimizar recursos e potencializar as chances de acertos do seu negócio.

Por que ter um sistema ERP para o seu e-commerce?

É natural que, no início de uma loja virtual, o sistema ERP para e-commerce não seja uma prioridade no plano de negócios, devido ao investimento considerável em sua aquisição e treinamento de equipe.

Mas, conforme o empreendimento começa a tomar fôlego e a crescer, o volume de informações acompanha este ritmo e a aquisição de um sistema ERP torna-se essencial necessária para o progresso do negócio.

Uma loja virtual compreende inúmeras operações. Quando a empresa atinge um número de vendas expressivo, torna-se muito difícil controlar todos esses processos sem a ajuda de um sistema que os integre. O ERP é considerado o alicerce de qualquer operação de e-commerce de pequeno, médio e grande porte, em função da diversidade de informações e da velocidade de atualização que o negócio exige.

Unir todas as operações do e-commerce em uma única ferramenta de gestão empresarial facilita a execução das rotinas, ajuda na redução de gastos e elimina erros que uma empresa confiável definitivamente não pode cometer, como por exemplo, vender produtos esgotados nos estoques. A automação de processos também permite que a equipe seja reduzida, ou melhor aproveitada em atividades focadas para o crescimento da empresa.

Baixe gratuitamente nosso Kit de Atração e Conversão de leads no e-commerce, e saiba como atrair mais clientes para sua loja virtual, entre outras dicas importantes!<<

A tendência é que todos os negócios no e-commerce passem a contar com o auxílio de um sistema ERP, em função das requisições do próprio mercado. Além dos benefícios operacionais, o departamento fiscal tem suas operações facilitadas no que diz respeito às exigências da Receita Federal, como a Nota Fiscal Eletrônica e envio dos arquivos contábeis eletrônicos (SPED Fiscal), documentos que são gerados automaticamente pelo ERP.

Outra vantagem de contar com um ERP é que, com as informações coletadas a partir da plataforma de e-commerce, é possível criar um banco de dados do seu público-alvo, o que facilita o desenvolvimento e eficácia de estratégias de marketing. O relacionamento com o seu cliente é fundamental para estabelecer confiança e consolidar sua marca.

Implementação do sistema ERP para e-commerce: integração ou ERP nativo?

Uma das fases mais difíceis na implementação de um sistema ERP para e-commerce é escolher, entre os diversos fornecedores disponíveis no mercado, uma ferramenta que se adapte tanto às necessidades da sua empresa como também a sua plataforma de e-commerce.

Para isso, é imprescindível verificar a compatibilidade da sua plataforma com as opções de ERP disponíveis no mercado, para não ser surpreendido no futuro.

Outra opção, que diminui a dor de cabeça dos empresários, é a contratação de uma plataforma de e-commerce com ERP nativo. O que isso significa? Por se tratar de um sistema que já é integrado desde o seu início, você não precisa ter que negociar com duas empresas distintas, com propostas diferentes, ou ainda gerir mais de um painel administrativo, o que implica em um trabalho manual para alimentá-los com as informações necessárias.

Trabalhar com as duas ferramentas diferentes, o ERP e a plataforma de e-commerce, pode comprometer gravemente a produtividade da sua equipe. Isso porque todas as informações geradas pela plataforma de e-commerce precisam ser transferidas para o ERP manualmente, o que abre espaço para a incidência de erros, além de desperdício de tempo.

Muitos sistemas do mercado, com API aberta, dizem integrar o software com o e-commerce, mas dificilmente essa integração ocorre em sua totalidade. Em muitos casos, ocorrem divergências no cadastramento de produtos, gerando uma série de problemas ao gestor.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para esclarecer a função do sistema ERP para e-commerce. Caso você ainda tenha ficado com alguma dúvida sobre o assunto,  fale com um dos nossos especialistas e receba uma avaliação gratuita para seu comércio eletrônico.

Assine a Newsletter ERPFlex