Como sua empresa economiza dinheiro através de um fluxo de caixa bem feito?

Manter um fluxo de caixa atualizado e equilibrado não é tarefa fácil, assim como muitos já sabem. Fazê-lo corretamente e com clareza, entretanto, irá garantir recursos para que sua empresa atinja os objetivos de curto, médio e longo prazo.

No post de hoje, vamos entender os erros que devem ser evitados e conhecer os benefícios de um fluxo de caixa gerado em tempo hábil, garantindo para a empresa agilidade e segurança para fechar negócios e alavancar os lucros. Acompanhe!

juros-fluxo-de-caixa

Prazos e juros elevados: qual a influência do fluxo de caixa

O fluxo de caixa mal feito traz vários problemas para uma empresa, e um dos entraves é o vencimento das obrigações a pagar em um momento em que o caixa da empresa está desfalcado. Quando isso ocorre, a empresa se vê, na maioria das vezes, obrigada a contrair empréstimos para não ficar em débito com os fornecedores e prejudicar transações futuras.

Um fator agravante de tudo isso é que o fluxo de caixa faz gestão de valores de curto e curtíssimo prazo, e quando a empresa precisa recorrer a recursos de terceiros para pagar esse tipo de despesa, geralmente os juros são bem altos. Quem nunca ouviu falar nas taxas de juros absurdas das contas garantidas e dos cheques especiais? Certamente a maioria dos gestores sabe como esses juros são nocivos.

Os altos juros acabam fazendo com que os lucros da empresa sejam corroídos ou até mesmo, incorporados no preço final do produto, fazendo com que a organização perca competitividade, correndo o risco de perder mercado.

Para evitar esse tipo de problema na sua empresa, estabeleça uma política de prazos bem definida. Procure ao máximo conseguir prazos com seus fornecedores, superiores àqueles oferecidos aos clientes.

Para definir este tipo de política e avaliar quais são os prazos ideais, é necessário que o seu fluxo de caixa esteja atualizado e com informações completas, possibilitando a geração de relatórios assertivos para a tomada de decisões estratégicas.

Quando a empresa movimenta altos valores e realiza os pagamentos em dia, convencer os fornecedores a aumentar os prazos não costuma ser uma tarefa muito complicada. No entanto, quando a empresa ainda não chegou nesse patamar de conseguir pressionar os fornecedores com prazos mais flexíveis, o ideal é organizar as operações comerciais de forma que o giro de vendas do estoque seja altíssimo. Este tipo de processo é muito conhecido pelos administradores como Just in Time (JIT).

just-in-time-fluxo-de-caixa

Administração da produção Just in Time

Just in Time (JIT) é uma expressão inglesa que significa “no momento preciso, no momento exato”, correspondendo ao processo de fabricação dos produtos na qualidade adequada, na quantidade certa, no momento oportuno e com o menor custo possível. O Just in Time trabalha com um sistema de produção “puxada”, ou seja, a produção de bens e serviços exatamente no momento em que são necessários. Isso significa não produzir antes para não formar estoques e onerar os custos, perdendo faturamento e oportunidade de melhorar o fluxo de caixa.

Basicamente, o Just in Time tem por objetivo atender a demanda instantaneamente, com qualidade perfeita e sem desperdícios, visando aumentar a competitividade. Esses desperdícios, geralmente camuflados, aparecem sob a forma de perdas sutis como altos estoques, baixa qualidade, tempo de fabricação demorados, excesso de movimentação, dentre outros. O objetivo de reduzir estoques na filosofia JIT é justamente tornar esses problemas visíveis, para então solucioná-los.

Por isso, o controle do fluxo de caixa é essencial para a produção Just in Time, como avaliar os custos com o intuito de adequar o preço de venda ao mercado, estabelecendo o nível mínimo de estoque que compõe uma estratégia de resultado. Dessa forma, também é possível tomar atitudes emergentes para revestir o saldo negativo do fluxo de caixa, tais como:

  • antecipação das vendas;
  • antecipação do recebimento de títulos a vencer;
  • Prorrogação dos compromissos;
  • análise dos estoques;
  • análise da estrutura dos gastos fixos,
  • outras medidas (empréstimo bancário, desconto e duplicatas, empréstimo dos sócios, etc).

planilhas-fluxo-de-caixa

Planilhas eletrônicas

Quando o fluxo de caixa deixa de ser uma ferramenta estratégica dentro da empresa, ou seja, os dados estão desatualizados, muitos problemas começam a aparecer. Surgem contas com vencimento em datas em que o caixa da empresa está desfalcado, empréstimos contraídos junto aos bancos sem necessidade, parcelamento de inúmeras obrigações gerando acúmulo de contas a pagar por um longo período, etc.

Normalmente, esses problemas começam a ocorrer quando os gestores insistem em manter as mesmas planilhas eletrônicas que utilizavam quando abriram a empresa. As planilhas, em um primeiro momento, são muito importantes para auxiliar nas informações financeiras da empresa, mas elas não poderão acompanhar você pelo resto da sua gestão.

Os problemas de tentar manter as planilhas quando sua empresa cresce são inúmeros, mas sem dúvida, o maior deles é ter que disponibilizar um período do dia para inserir as informações nessas planilhas, a fim de gerar o fluxo de caixa.

 

>> 41 formas de melhorar o seu fluxo de caixa: clique aqui e baixe nosso checklist gratuitamente!<<

 

Dessa forma, é interessante que os gestores invistam em um software de ponta, como um ERP (Enterprise Resource Planning), que possa oferecer todas as informações relevantes rapidamente. Alguns empresários acham que não é necessário ter esse tipo de investimento, mas ter todas as informações financeiras da empresa disponibilizadas em tempo real, pode gerar vantagem econômica sobre seus concorrentes.

Você terá acesso imediato às informações, como por exemplo, qual a época certa para renovar os estoques, e claro, irá conseguir manter os vencimentos e prazos sob controle, de forma que não será mais necessário ficar contraindo empréstimos de curto prazo, pagando juros altíssimos ou parcelando dívidas por longos períodos.

retencao-fluxo-de-caixa

Retenção e atração de talentos

Todo empresário deve compreender que os funcionários são seus maiores ativos, afinal, muitas vezes o sucesso da empresa é atribuído ao talento de uma pessoa, ou ao comprometimento de um time, à genialidade de um líder, entre outros. No entanto, esses profissionais são disputados pelo mercado e alguns concorrentes chegam a oferecer pequenas fortunas para que esses colaboradores fora de série troquem de time.

Quando isso acontece, a empresa perde muito. Um líder que se vai pode deixar vários outros colabores desmotivados; um time dividido pode levar um departamento ao fracasso, e tudo isso reflete nos lucros da empresa.

Para evitar esse tipo de problema, manter um fluxo de caixa fortalecido dará à empresa a possibilidade de aumentar os rendimentos e benefícios das pessoas que realmente fazem a diferença dentro da organização. E claro, isso também dará a você o poder de buscar esses ativos tão valiosos: os colabores subestimados de outras empresas, agregando valor aos seus produtos e serviços.

Inovacao-fluxo-de-caixa

Inovação e investidores

A grande troca de informação que o crescimento exponencial da tecnologia proporcionou, fez com que muitos processos operacionais praticados por diversas empresas se tornassem ultrapassados e obsoletos. Com isso, várias empresas começaram a se sentir pressionadas a realizar inovações para disponibilizar produtos mais baratos, com alta qualidade e de maneira rápida.

Todavia, é importante lembrar que esse tipo de inovação e pesquisa demanda investimento financeiro. Quanto maior o investimento das empresas nessas áreas, maiores são as chances de se desenvolver um processo único e inovador, colocando a empresa em posição de destaque perante clientes, fornecedores e concorrentes.

Quando obtido, esse sucesso torna mais fácil para a empresa conseguir investidores para planos mais ambiciosos, como uma expansão da sede ou filiais, possibilitando expandir os negócios a níveis nacionais ou globais.

No entanto, o oposto também é verdadeiro: a empresa que não busca fortalecer o fluxo de caixa para investir em pesquisas de melhoria de processos, acaba sendo ultrapassada e não atrai investimentos, e os planos ambiciosos têm de ser adiados.

Percebeu a importância de fazer um fluxo de caixa assertivo e rigoroso, e como isso influencia nas decisões estratégicas da sua empresa? Então compartilhe com seus amigos e difunda essa informação!

Conte com a gente para melhorar o seu fluxo de caixa! Fale com um de nossos especialistas e receba uma avaliação gratuita. Podemos ajudá-lo a identificar a melhor solução para a necessidade de sua empresa.

 

CTAchecklist_fluxo_de_caixa