Loading Logo

Blog

O que é gargalo de produção e como acabar com esse contratempo?

Publicado em 24/10/2016 às 18:26

Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Para entender mais sobre o gargalo de produção é preciso estar ciente de que dentro de uma linha de produção, independente do segmento de atuação, existem diversas etapas diferentes onde os desafios e as peculiaridades diferem também.

Em poucas palavras, gargalo é quando algum ponto em especifico dentro da etapa acaba por retardar, encarecer ou até, empacar a produção. Esses gargalos são os responsáveis pelo aumento da dificuldade para alcançar metas pré-estabelecidas pela empresa por exemplo, e o maior desafio, na maioria das vezes, está justamente em identificar com clareza esses pontos.

Bom, dentro de uma linha de produção podem existir diversos pontos que causam gargalos e todos eles precisam ser resolvidos, sem exceção, afinal, esse obstáculo pode representar um custo maior para a empresa, além da perda de tempo e, por consequência, da produtividade do seu negócio.

Exatamente por ter ciência da magnitude que esse problema pode alcançar, caso não seja resolvido, é que resolvi escrever este artigo. Veja, é claro que você entende do seu negócio muito mais do que eu, entretanto, alguns pontos tendem a ser comuns para diversos segmentos.

Enfim, veja a seguir alguns dos possíveis gargalos que a sua produção pode estar enfrentando e aprenda à solucioná-los de uma vez por todas.

gasgalo-de-producao

Possíveis gargalos de produção

Em geral, podemos dividir um processo de produção em 3 partes principais: pré produção, produção e pós-produção.

Dentro de pré produção, contamos com etapas principais como a aquisição de matéria-prima (em quantidade ideal para suprir a necessidade do que será produzido, nem a mais, nem a menos), o armazenamento dessa matéria-prima (de maneira que sua integridade física seja mantida, bem como estar com um posicionamento estratégico que facilite na locomoção interna), o contato e negociação com os fornecedores (procurando sempre melhores preços, materiais de qualidade e bons prazos de entrega) e o planejamento (a quantidade e as especificações do que será produzido em cada ciclo).

Na produção, por outro lado, já entramos em etapas como o controle do que está sendo produzido (possibilitando saber em qual etapa, dentro deste processo, o produto se encontra), a manutenção de máquinas e equipamentos (garantindo que elas não parem de funcionar de forma inesperada) e o manuseio (garantindo que não exista o desperdício de matéria-prima).

Por fim, durante a pós-produção, estão etapas como armazenamento do produto finalizado (controle de estoque), a logística (definição de como os produtos serão entregues e por quem) e o financeiro (definição de valores a serem cobrados, emissão de notas, controle do fluxo de caixa e muito mais).

Como foi possível ver aqui, de forma resumida, existem muitas etapas dentro de um processo e por isso, a possibilidade de um gargalo de produção é iminente. Caso qualquer um desses estágios não seja realizado de forma eficiente e não possua o controle adequado, a sua empresa estará perdendo dinheiro e competitividade. Você estará investindo mais para ganhar menos, e não é esse o objetivo de se manter um negócio próprio, certo?

gasgalo-de-producao

Como acabar com o gargalo de produção?

Bom, agora que entendemos que o gargalo é um dos grandes vilões do seu negócio, é preciso aprender a administrar esse revés e acabar com as causas deste problema o mais rápido possível. E o primeiro passo para isso é identificar as suas demandas e planejar...sem pressa e com muito cuidado, sempre levando em conta as peculiaridades de cada etapa da produção.

É preciso mapear item por item da sua produção com riqueza de detalhes, que por sinal, podem fazer toda diferença lá na frente, e já neste passo poderá ser possível identificar os primeiros problemas. A partir daí, um plano de ação para solucioná-los já pode ser montado e seguido. Uma vez implementado um plano de ação, é preciso realizar avaliações periódicas a fim de garantir o sucesso das novas ações planejadas.

Outro ponto crucial para acabar com os gargalos é procurar envolver seus colaboradores em todo esse procedimento, isso porque na maioria das vezes, eles, que atuam em tempo integral com os equipamentos, podem tecer bons comentários a fim de otimizar o processo e melhorar a experiência.

A partir da identificação e correção dos gargalos, as palavras de ordem passam a ser integração e controle! Procure usar a tecnologia ao seu favor. Atualmente existem softwares que podem lhe oferecer relatórios que possibilitam uma melhor visualização de número de vendas, das ações dos colaboradores, de interações com clientes e fornecedores, do controle do estoque, além de emitir nota fiscal e controlar o fluxo de caixa.

Esses softwares, que podem ser alocados na nuvem ou de maneira local, possibilitam a integração de praticamente toda a sua empresa, evitando conflito de informações, retrabalho e um controle infinitamente maior. Isso porque, para o caso de um software na nuvem, é possível visualizar a necessidade de novas compras de material, de promoções para materiais “encalhados” e ainda, criar um planejamento de demanda mais preciso.

gasgalo-de-producao

Conclusão

Em resumo, para evitar gargalos é preciso abrir o horizonte e olhar com maior carinho para a sua produção. Muitas vezes, um processo que funcionou muito bem durante anos, já não funciona mais. Novas ferramentas e tecnologias surgem a todo momento e é preciso estar atento para não ficar atrás da sua concorrência.

Vale ressaltar também, que de nada adianta corrigir um problema de logística (pós- produção), por exemplo, se a matéria-prima faltar no meio da fabricação do produto (pré produção), toda a equipe ficará ociosa, e você estará perdendo dinheiro! Veja, cada parte de um processo tem seu valor para o todo, por isso, é recomendado avaliar andamento da sua empresa como um todo

[toc]

Espero que esse artigo tenha te ajudado a entender melhor o gargalo de produção, seus perigos e maneiras eficientes de solucionar esse problema. Agora, se mesmo assim, você entender que precisa de informações mais personalizadas, fale com um de nossos consultores, tenho certeza que ele te ajudará a encontrar a melhor solução para o seu negócio.

escolhaerp

Assine a Newsletter ERPFlex