Blog

Guia da gestão tributária: como a tecnologia pode auxiliar no controle dos seus impostos

o que é gestão tributária

A gestão tributária é uma das grandes preocupações de qualquer empresa, independentemente do seu porte ou área de atuação. A justificativa para isso é fácil, já que uma simples falha na emissão dos documentos fiscais ou na entrega de declarações obrigatórias pode gerar multas e juros desnecessários.

Dessa forma, nada mais natural e lógico do que tratar esse processo como prioridade e garantir que ele traga bons resultados.

Para entender mais sobre o que é gestão tributária, confira nosso texto. Aqui você aprenderá sobre o conceito, qual sua importância na rotina corporativa e como melhorá-lo em sua empresa.

O que é gestão tributária?

Como o nome sugere, essa atividade administra e gere os processos internos de uma companhia que estão envolvidos com tributos. Aqui estamos falando sobre impostos, taxas de serviços governamentais e até mesmo contribuições de melhoria para obras públicas.

Essa tarefa começa com a escolha do regime tributário correto, logo na abertura do CNPJ da organização. E continua durante a rotina da companhia: na busca por

benefícios e isenções fiscais, na compreensão das alíquotas de cada item e fornecedor, além da atualização do sistema sempre que necessário.

Já deu para ver que não estamos falando sobre uma tarefa simples, não é mesmo? O sistema tributário brasileiro é complexo e, como resultado dele, o cidadão brasileiro é um dos que mais paga imposto no mundo.

Dessa forma, entender o que deve ser feito, quando e de que maneira, é essencial para o crescimento de qualquer negócio.

Qual a importância de realizar uma boa gestão tributária?

Se realizada corretamente, a gestão tributária se torna extremamente importante para a operação da empresa porque é responsável por garantir o cumprimento da legislação e do regime tributário vigente.

Além disso, empresas que investem nesse segmento conseguem diminuir falhas e, consequentemente, reduzir custos e atuar com mais segurança.

Os riscos de punições pelo descumprimento das obrigações tributárias são altos. As multas são apenas o início desse processo que pode trazer situações mais complicadas.

Por exemplo, dependendo do nível de atraso ou endividamento com o Governo, as penalidades podem “engessar” o negócio e inviabilizá-lo, colocando em xeque sua presença no mercado.

Como implementar uma boa gestão tributária na empresa

Agora que já sabemos responder a perguntas “O que é gestão tributária e qual sua importância?”, vamos sair da teoria em direção à prática. Para isso, precisamos entender como aproveitar o processo de execução para melhorar os processos dentro da empresa.

Lembre-se que essa é uma atividade constante e que precisa ser atualizada com frequência. Vamos te ajudar com 5 dicas importantes para que a aplicação da gestão tributária em seu negócio seja um sucesso. Confira!

1. Planejamento

Como qualquer outro projeto, o primeiro passo para ter uma boa gestão tributária é o planejamento, o que é basicamente entender as necessidades e possibilidades da sua empresa. Nesta etapa você deve estabelecer os objetivos, indicadores, cronogramas e demais dados para confirmar sua aplicação.

Uma boa forma de colocar o planejamento em prática é estabelecer um método para cumprir os pagamentos tributários nas datas adequadas. Mas, para evitar pagar mais do que o necessário, faça uma pesquisa detalhada sobre qual o melhor regime tributário para sua empresa. Ao conhecer melhor os detalhes fiscais, você conseguirá criar um planejamento mais vantajoso.

Nesta tarefa é possível contar com ajuda externa ao ceder seus registros a empresas especializadas nesse tipo de serviço.

2. Atualização

O mundo é cheio de mudanças e com as tributações não é diferente. Você pode ter criado um planejamento excelente, mas se não prestar atenção nas atualizações ficará ultrapassado em pouco tempo.

E mesmo que não seja de má-fé, você não estará seguindo o regime tributário vigente e estará sujeito a penalidades elevadas. Por isso é necessário estar atento e sempre atualizar sua gestão tributária quando preciso.

3. Prevenção

Com tudo adequado à essa nova realidade e seguindo a legislação vigente, é preciso se preocupar com o futuro. Para isso, o mais indicado é um sistema de gestão tributária que tenha foco também na prevenção.

Algumas das principais boas práticas são contar com atualizações constantes a respeito de tributos e alíquotas, bem como conversas constantes com especialistas. Buscar por outras falhas e as corrigir o mais rápido possível é outra maneira de evitar problemas daqui em diante.

4. Estratégia

Muitas empresas veem a gestão tributária apenas como uma obrigação, um custo a mais dentro de seus planejamentos. Mas essa visão não está certa. Se você segue esse pensamento, é preciso mudar repensar sobre o tema.

A gestão tributária deve ser um dos pilares estratégicos do seu negócio para que você tenha um crescimento sólido. Para que sua estratégia seja mais robusta e precisa, é interessante ter o apoio de alguns indicadores, como verificar a quantidade de notas fiscais emitidas mensalmente, assim como o total de notas devolvidas ou canceladas e a alíquota efetiva (valor mensal de tributos pagos pela empresa).

Esse pequeno cuidado com indicadores possibilitarão uma gestão tributária mais eficiente, além de ser uma importante base de dados para planejamentos futuros.

5. Investimento

Por fim, é bom destacar que empresas que visam crescer e se destacar no mercado precisam investir nessa estratégia. Uma boa maneira de a colocar em prática é buscar por soluções tecnológicas que facilitem seu dia a dia e automatizem todo esse processo.

Para isso, existem diversas plataformas disponíveis, sendo que algumas possuem funcionalidades que se encaixam melhor em suas necessidades do que outras. Então é necessário fazer uma busca focada em encontrar a melhor solução para você e sua empresa e assim conseguir o melhor custo-benefício possível.

Indicadores para aplicar a gestão tributária em sua empresa

Criar e aplicar a gestão tributária em uma companhia não é o maior desafio. A verdade é que o principal obstáculo vem depois: manter esse planejamento. Uma boa saída para garantir essa sequência é sugerir e monitorar os indicadores que garantam a eficiência da solução. Alguns bons exemplos disso são:

· Notas Fiscais emitidas: conferir as NFs emitidas em busca de possíveis erros para corrigi-los e evitá-los;

· Devoluções e Cancelamentos: notas canceladas ou devolvidas devem ser conferidas e passar pelo processo correto. Analisar esse índice garante que suas obrigações tributárias estejam de acordo com a legislação;

· Alíquota efetiva: controle o valor pago em tributos mensalmente, sempre comparando o número a períodos anteriores e analisando sua veracidade.

Como a tecnologia pode ajudar sua empresa a fazer uma boa gestão tributária?

Como já mencionado, uma boa gestão tributária necessita de investimento para ser eficiente. Ao apostar em novas ferramentas, sua empresa terá mais chances de cumprir com suas obrigações e garantir o seguimento da legislação. Nesse momento, a tecnologia pode ser sua melhor parceira.

Atualmente há softwares especialistas nesse tema que trazem funcionalidades que não somente facilitam, mas também corrigem sua gestão tributária. Mais do que isso, eles podem otimizar seus esforços e automatizar os processos, reduzindo muito o número de falhas. Com menos erros e tudo correndo conforme o

esperado, há uma considerável redução de custos e maior eficiência na prestação de contas.

Conheça o ERPFlex e melhore sua gestão tributária!

Após ler este texto, fica evidente a necessidade de garantir que sua gestão tributária seja feita da maneira correta. Afinal, pequenas falhas podem custar milhões. Então, investir em soluções modernas é sempre uma boa ideia. Para isso, o mais indicado é contar com parceiros com conhecimento e experiência no mercado e se informar por meio deles.

A ERPFlex oferece um vasto repertório de conteúdos gratuitos e informativos em seu blog. Se quiser aprofundar ainda mais seu conhecimento nesta área tão específica e essencial para o crescimento de seu negócio, leia sobre as vantagens que um sistema de gestão pode oferecer à sua empresa!

Assine a Newsletter ERPFlex