O que é PDV e o que seu negócio perde sem ele

O conceito sobre o que é PDV mudou muito ao longo dos anos, sendo que hoje, basicamente, cada setor da economia tem um entendimento sobre o que significam estas três letrinhas.

O ponto de venda também conhecido como PDV (em inglês é point-of-sale ou point-of-purchase) tem papel fundamental para a geração de receita de uma empresa. Quer aprender o que é PDV, o papel do SAT fiscal na operação e de quebra descobrir porque a automação no processo de vendas é fundamental para o crescimento de qualquer tipo de negócio? Então continue lendo!

 

Mas afinal, o que é PDV?

Ponto de venda, ou PDV, pode ser definido como “o local ou meio no qual a marca entre em contato com o shopper ou seu consumidor”. Neste caso, marca significa qualquer produto ou serviço e o ponto de contato versa sobre experiência do consumidor, podendo ser vários locais ou meios, como o distribuidor, a loja física, a loja virtual e até mesmo o vendedor porta-a-porta.

Vamos entender melhor essa possibilidade de vários significados para o que é PDV:

 

PDV para os diferentes setores do mercado

Para a Indústria, PDV pode ser o distribuidor, a loja e até mesmo os displays e equipamentos instalados nos pontos de vendas.

Já para Varejistas e Revendedores, é o ponto de distribuição ou loja, ou seja, o local que o cliente realiza a compra, o famoso “chão de loja”.

Porém, no caso dos fornecedores como softwares de gestão ou empresas de equipamentos de lojas, PDV é o aparelho (que contém seu software específico) onde as vendas são finalizadas, chamadas pelo público de ”caixas”. É sobre este PDV que vamos nos aprofundar.

 

Como um PDV automatizado pode ser a salvação do seu negócio

Um PDV é um aparelho com software específico usado para realizar vendas, já com a emissão dos documentos fiscais. Ao definir qual Sistema PDV seu negócio vai adotar, é preciso que ele tenha uma boa retaguarda, ou seja, que converse com o software de gestão do negócio, integrando do estoque a emissão da nota fiscal.

Outro fator que você deve observar ao buscar uma solução é se a retaguarda é em nuvem ou local. Uma retaguarda na nuvem tem inúmeras vantagens como: mobilidade para acompanhar resultados, segurança e custos menores.

As vantagens de ter estes dois softwares interligados são muitas! Com um terminal de vendas simples, onde os preços são incluídos manualmente, não é possível ter informações integradas.

Quando as duas soluções conversam, no momento em que uma nova venda é registrada já é dada a baixa no estoque (e caso o estoque mínimo, o setor de compras é acionado) e a venda já sai com todos os impostos devidos em sua nota fiscal. E isso ainda pode ser aplicado a uma rede de lojas que compartilham do mesmo estoque.

O gerenciamento do negócio também ganha produtividade, podendo obter relatórios da movimentação em tempo real e algumas vezes, de qualquer lugar quando a retaguarda é em nuvem.

 

Falando em emissão de notas fiscais…

Existem várias soluções de PDV no mercado, então esteja atento a emissão de nota fiscal, principalmente no que se refere a SAT Fiscal, TEF e NFC-e. Outra sopa de letrinhas? Então vamos nos aprofundar:

O SAT Fiscal é um aparelho com software próprio que além de emitir e autenticar o Cupom Fiscal Eletrônico, envia periodicamente estas informações para a Secretaria Estadual de Fazenda (SEFAZ), via Internet. Porém o SAT Fiscal não possui impressora e a apenas uma parte do processo de vendas. SAT significa Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônico.

Já a NFC-e, ou a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, é um documento fiscal eletrônico que faz parte do SPED que tem o objetivo de substituir as notas e os cupons fiscais de venda ao consumidor. A NFC-e também é comunicada para a SEFAZ. A NFC-e é emitida através de Programa Emissor da preferência da empresa em questão. Depois de preenchida e assinada via Certificado Digital, a NFC-e será transmitida para a SEFAZ.

Vale comentar que além de transmitir para a SEFAZ, a NFC-e deve ser arquivada por 5 anos pela empresa, por isso, busque soluções com um backup automático. 

Transferência Eletrônica de Fundos, ou TEF, é o sistema que comunica os dados de transações financeiras no estabelecimento comercial para as administradoras de cartão (crédito, débito ou outras formas de pagamento).

Entendeu a importância do SAT Fiscal, da NFC-e e da TEF? Seu negócio não pode ficar sem essas funcionalidades, não é mesmo?

Agora que você já conhece o que é PDV e as potencialidades de ter esta solução integrada a um bom sistema ERP, que tal conhecer mais sobre as soluções que a ERPFlex tem para o seu negócio?

Conheça o ERPFlex