Independência ou Morte: 7 sinais de que você precisa de um sistema de gestão na nuvem completo!

Em tempos onde a profissionalização das empresas se faz necessária, é fundamental encontrar um sistema de gestão que acompanhe os processos da sua empresa oferecendo a possibilidade de maior autonomia e independência.

Bem, e quando falamos em independência, falamos em ERP (Enterprise Resource Planning). Mas atenção, dê preferência aqueles que atuam na nuvem, ou seja, inteiramente através da internet, caso contrário, sua liberdade será ilusória.

Mas veja, quando falamos em independência, não nos referimos apenas à parte financeira, mas também em encontrar soluções que otimizem o seu tempo e o de toda sua equipe. Soluções que ofereçam possibilidades para o seu crescimento.

Bem, para ficar mais fácil o entendimento da necessidade de um sistema mais ágil e completo, listarei 7 sinais de que a sua empresa precisa migrar a gestão do negócio para o ERP na nuvem.


crescimento-independencia

1 – Sua empresa está em crescimento

Existem empresários que veem nas crises suas melhores chances de crescimento, existem ainda aqueles que crescem apesar da crise e considerando que sua empresa esteja em um destes patamares, tanto no número de operações quanto no de colaboradores, é fundamental que a tecnologia acompanhe esse progresso.

É necessário, por exemplo, que cada um tenha sua função bem definida no processo, entretanto, para evitar ações duplicadas, é fundamental que todos partilhem das mesmas informações quanto ao processo inteiro. Além disso, uma empresa em crescimento necessita de flexibilidade quanto à quantidade de usuários em seus sistemas de forma a acompanhar suas mudanças.

Assim, um sistema de gestão na nuvem, permite que todas as informações pertinentes à um pedido sejam disponibilizadas a todos os setores em tempo real e ainda possibilita a inclusão ilimitada de novos usuários.

controle-independencia

2 – Falta controle para as operações

Controlar as operações da empresa, independentemente de seu porte, é fundamental para evitar perdas financeiras, seja através de furtos ou até através da perda de matéria prima ou tempo de algum colaborador.

Embora exista essa necessidade, é praticamente impossível para um empresário ou gestor estar em todas as etapas da produção. Conhecer uma a uma das operações que envolvem cada um dos setores referente a empresa ajuda, mas não é o suficiente.

Através de um ERP na nuvem, é possível acompanhar, por exemplo, como está a situação do estoque, como está sendo o desempenho dos vendedores, quais são as reclamações e qualquer outra informação necessária. Isso sem falar que o sistema ainda contempla o setor financeiro de uma empresa, gerando nota fiscal, consultando extratos bancários, controlando o fluxo de caixa e assim por diante.

Como o sistema atua em tempo real, a chances de erros é bem menor, e mesmo que exista, pode ser verificada com uma agilidade infinitamente maior.

concorrencia-independencia

3 – Não consegue acompanhar a concorrência

Caso sua empresa esteja atuando como refém de um sistema antiquado enquanto sua concorrência está economizando dinheiro, recursos e tempo com um sistema mais moderno, você está perdendo feio.

Veja, se a sua empresa não acompanha as novidades tecnológicas que surgem quase diariamente, você está ficando para trás. E o ERP na nuvem ajuda o empresário nessa corrida, uma vez permitir que a empresa tenha todas as suas operações integradas em um único lugar, e desta forma, possibilitar um suporte à tomada de decisão dos gestores.

Além disso, o sistema cria uma gestão empresarial mais profissional, possibilitando antever cenários negativos, otimizar recursos e potencializar as chances de sucesso de uma organização.

viagens-independencia

4 – Viagens constantes

Dependendo do ramo de atuação da sua empresa, as viagens são necessárias e a utilização de um ERP local pode se tornar um empecilho. Imagine estar fechando negócios durante uma viagem e não conseguir emitir um pedido ou uma nota fiscal por exemplo, exclusivamente porque o sistema não te acompanha.

Pois bem, o ERP na nuvem oferece esta independência dentre seus benefícios. Com esse sistema, é possível, inclusive, começar a ampliação do seu atendimento, possibilitando viagens que antes não eram viáveis, até mesmo as internacionais… e por que não?

organizar-independencia

5 – Precisa organizar sua empresa

Organizar uma empresa significa, dentre outras coisas, manter em ordem todos os tributos devidos, manter controle do estoque, conhecer a produtividade da equipe, conhecer os dados dos clientes (sendo possível saber quais as necessidades e dificuldades de cada um de forma individual) e conhecer o lucro real da empresa.

O controle do lucro real, devido à falta de organização, pode oferecer uma falsa sensação de lucros. Por exemplo, ao verificar o valor recebido por determinado produto, descontado o valor da matéria prima não gera o valor do lucro real, isso porque é preciso descontar também valores como a mão de obra, o aluguel do equipamento e espaço utilizado na fabricação do produto, impostos e etc.

Sendo assim, o ERP na nuvem, uma vez contar com todas as etapas do processo de venda integrados e disponíveis em um único lugar, possibilita o real controle do fluxo de caixa da sua empresa, além de viabilizar a visualização de possíveis pontos fracos da empresa a fim de trabalhar na sua melhora.

processos-independencia

6 – Sua empresa possui processos específicos

Empresas podem possuir processos específicos dentro da sua produção e a comunicação interna, por exemplo, pode ser um deles. Muitas vezes a falha de comunicação entre os departamentos acaba causando duplicidades de processos, clientes podem receber o mesmo tipo de ligação de mais de um colaborador e a consequência é a perda de dinheiro.

Um sistema alocado na nuvem possibilita que todos os setores estejam cientes, por exemplo, de alguns pedidos especiais por parte dos clientes. Além disso, ele possibilita o atendimento de necessidades especificas de cada setor da empresa.

tempo-independencia

7 – Você não tem tempo a perder

Acredito que seja muito claro para todos nós o quanto novas tecnologias surgem dia após dia, isso sem falar em novas leis e obrigações, por isso, atualizações em sistemas de gestão são constantes. No caso de um sistema local, as atualizações são feitas através de uma equipe de TI que é deslocada exclusivamente para isso e é preciso que a equipe toda pare de utilizar o sistema para que ele seja devidamente atualizado.

Isso claramente demanda um tempo precioso para empresas que disputam a preferência de cliente a cliente através de cada operação, isso sem falar que, uma vez demandar uma equipe especifica e a paralisação da sua equipe própria, o custo de manutenção de ERP local é bem maior que um ERP na nuvem.

Além das atualizações, esse tipo de sistema não atua em tempo real, o que, dependendo da necessidade da empresa, impõe, a necessidade de ligações, e-mail ou até contatos pessoais como reuniões.

Com o sistema na nuvem, os gestores das empresas conseguem alcançar sua independência porque conseguem acessar quaisquer informações onde quer que estejam e não existe a perda de tempo algum com atualizações e processos retrógrados. A empresa não pára… mesmo que acabe a luz…

Gostou deste post? Deixe seu comentário! Não se esqueça de assinar nossa newsletter e receber informações essenciais para a gestão da sua empresa!

10-passos-para-escolher-o-erp-certo-para-o-seu-negocio