controller
Blog

Controller, tudo que você precisa saber para gerenciar a sua empresa

Em tempos de crise e com o constante aumento da concorrência em praticamente todos os setores de atuação, contar com o trabalho de um controller, seja interno ou terceirizado, pode fazer toda a diferença no processo de elevação do setor financeiro da sua empresa, bem como dos demais departamentos.

Isso acontece porque o controller, em geral, conhece muito bem todos os processos da sua empresa e se usa de inúmeros dados coletados em cada um desses processos a fim de melhorar o desempenho do seu negócio através do planejamento de ações específicas. Ou seja, trata-se de uma peça fundamental na busca pela melhora de aspectos econômicos e financeiros do negócio e esse aspecto fica ainda mais evidente em tempos de crise, reestruturações e até no processo de expansões empresariais.

Entretanto, para desempenhar um trabalho realmente eficiente e preciso, este profissional deve, além de contar com uma boa bagagem educacional, contar com algumas características cruciais tais quais bom raciocínio estratégico, planejamento, organização, capacidade analítica, sigilo e habilidade com pessoas, já que neste ofício, lida-se com membros de todos os setores da empresa.

Veja a seguir, algumas das áreas em que um controller precisa de certo ou pleno domínio:

  1. Contabilidade: área amplamente utilizada em seus trabalhos;
  2. Economia: área que fornece diversos conceitos de valor econômico;
  3. Administração: área que fornece conceitos de gestão e diversas ferramentas e técnicas em geral;
  4. Estatística:área que possibilita a avaliação de dados coletados;
  5. Direito: área que fornece a base legal através da Legislação Tributária;
  6. Matemática: área que viabiliza os cálculos ligados à valores em geral, bem como metas e dados empresariais diversos.

 

controller

O que faz um Controller?

Certo, mas afinal de contas, o que faz um controller? Bem, ele planeja, organiza e desenvolve! Simples não? Na verdade, não tanto, já que tudo isso só é possível graças à uma minuciosa análise de dados pertinentes aos mais diversos setores da empresa, em especial, aqueles ligados ao setor financeiro.

É o controller, por exemplo, quem monitora toda a contabilidade fiscal da empresa, assim como a tesouraria que estima custos, realiza orçamentos e faz previsões, tanto de demandas quanto de negócios. Além disso, ele ainda é o responsável por todo o planejamento tributário empresarial e pelo acompanhamento do departamento financeiro, o que inclui o fluxo de caixa, orçamentos e afins, visando manter a saúde financeira do negócio.

Mas vale frisar que se engana quem acredita que o controller atua apenas na coleta e tratamento de dados que provém exclusivamente da empresa, o cargo ainda exige um estudo constante da movimentação do mercado e da economia mundial, identificando, inclusive, o melhor momento para investimentos, seja em bens ou em equipamentos e ferramentas em geral, além de acompanhar tendências em geral.

Entretanto, a principal função desta profissão é mesmo a elaboração de relatórios que visam auxiliar na tomada de decisões, ou seja, cada relatório executado a partir dos dados coletados, possibilitam à gestão da empresa uma escolha mais precisa de novas estratégias e processos a fim de melhorar o rendimento do negócio. Lembrando que quando falamos em rendimentos, não nos referimos apenas ao dinheiro em si, mas também no aumento de produtividade, melhora na satisfação da equipe de colaboradores, maior qualidade dos produtos ou serviços, maior satisfação dos clientes e assim por diante.

 

controller

 

 Por que um controller é tão importante para sua empresa?

Muito bem, chegamos ao ponto crucial do nosso artigo, o porquê do controller ser tão importante para empresas dos mais diversos segmentos de atividade. Em resumo, eles consolidam as informações que foram coletadas e oferecem aos gestores ferramentas para que esses números se transformem em ações que dão direcionamento à empresa.

Todos os dados acima citados, aqueles que foram coletados e analisados, são transformados em metas, novos processos, novos investimentos, economias pontuais, eventuais ações comerciais como promoções sazonais como em natais, dia das mães ou até próximos a uma nova cobrança de impostos. O importante é que o controller, tanto com o seu conhecimento sobre a empresa, quanto à fatores externos, auxilie na criação de planos de crescimento para o negócio de maneira embasada.

Outro ponto relevante é que também é de responsabilidade do controller possuir um controle capaz de acompanhar os resultados das ações implementadas por ele, para assim, auxiliar no caso de revisão de qualquer processo, caso haja a necessidade.

 

controller

 

Conclusão

Bem, agora que entendemos a real necessidade de contar com o trabalho de um controller durante todo o planejamento da sua empresa, talvez uma dúvida possa ter permanecido em sua cabeça: contar com um profissional disponível em tempo integral à sua empresa ou contratar um serviço terceirizado?

É claro que essa resposta depende muito do seu orçamento disponível, mas também vai de encontro com seus objetivos de curto, médio e longo prazo. Conforme falamos, para o sucesso das ações do controller, é fundamental que ele conheça muito bem sua empresa e é claro que alguém que trabalhe dentro da empresa tende a contar com uma melhor percepção dos processos e do negócio como um todo.  Entretanto, os custos para manter um funcionário como esse podem ser bem altos, já que só de salários, chegam a ganhar cerca de R$ 10.000,00 ao mês.

Agora, vale lembrar que parte fundamental do trabalho deste profissional é melhorar a saúde financeira da empresa, em outras palavras, seu trabalho pode valer, e muito, o investimento.

Já uma empresa terceirizada, pode ser tão eficiente quanto um funcionário de tempo integral, entretanto, gera custos bem menores.

Bom, esperamos que você tenha esclarecido suas dúvidas quanto ao trabalho do controller. Agora, caso você queira maiores informações, não somente sobre este tema, mas também sobre sistema de gestão empresarial em geral, gestão de estoque, fluxo de caixa e muito mais, assine nossa newsletter.

 

 

biblia-da-contabilidade-para-pmes

ctadiagnosticofoto

 

 

Post Anterior Próximo Post

Pessoas como você também viram: